Tag Archives: luta

Sobre as forças de esquerda

Padrão

ou da negação de Loius Pausteur

.

A geral
quer a greve geral

.

.

Por geração espontânea?

.

.

Choro de tolo

Padrão

dos apoiadores do Golpe 1
ou

dos diálogos entre Raul Seixas e os Mutantes

pessoas na sala de jantar
na inércia de nascer e morrer
ocupadas com sua touch screen
e os dribles ao imposto de renda

.

pessoas sentadas na poltrona
de um apartamento com varanda gourmet
admirando boquiabertas
a imensa bandeira nacional
hasteada no pátio dum grande atacado

.

pessoas de cujo cume de seu olho
a ingênua e casta lágrima desce
refletindo o brilho auriverde
de seus corretos sentimentos e ações

.

eu que nunca fui santo
vejo maior verossimilhança
na escassa possibilidade
de sobre o topo do edifício itália
se assentar a sombra sonora de um disco voador

.

.

Notícias de agosto

Padrão

.

dos diálogos com C.D.A.

.

em memória de José Rezende

.

Carlos
as pedras e a flor desbotada
permanecem no caminho.

.

Os acontecimentos
as fadigas
a fotografia na parede
a ilha de Manhattan
perduram quase irreversíveis.

.

Ainda tropeçamos
em cacos de vidro de leite
e maxilares.

.

Até Fulana permaneceu.

.

Mas José
(e logo ele)
foi-se embora.

.

.

Canção de ninar

Padrão

.

em memória de Cláudia da Silva Ferreira
assassinada pela Polícia Militar do Rio de Janeiro

 .

 .

I

a tarde passara com suas chuvas e calores
(ainda restavam programas na TV)

.

a lua estava alta no céu
naquela noite de domingo

 .

grande e brilhante
satélite cravejado de crateras

.

.

II

os olhares e a torcicolo
as máquinas fotográficas
as orações e os gemidos de gozo
todos voltados para o céu

.

só na segunda-feira
os olhares se voltaram ao chão

.

.

III

os olhos assistiram à manchete estampada
na capa  de um periódico duvidoso

.

o crânio cravejado
o corpo arrastado no asfalto
as justificativas das autoridades
o desespero dos quatro filhos
(e dos quatro sobrinhos)

.

― gritos choro e ranger de dentes
….aos quatro ventos
….num vale de lágrimas

.

.

IV

os seus olhos não contemplaram
a lua clara na noite escura

. 

nem pode cantar qualquer canção de ninar
para as crianças sob seu teto

.

.

V

enquanto os dedos ferem o teclado
sugerindo versos (talvez) inúteis
o chão ainda carrega uma mancha indigesta

.

.

Padrão

.

cartilhas de orientação ou letramento
de produção de textos ou gado
……………………………………são insuficientes

.

não bastam manuais de normas técnicas
…………………………de boas maneiras
…………………………de guerrilheiros urbanos
……………………………………………..rurais
……………………………………………….ou
……………………………………………..pacifistas

.

peitar o amor                                  encarar a vida
………………..driblar a política
…………são coisas para gente grande

.

um exercício de criatividade e inteligência
para um intelecto armado, nutrido e bem dentado
capaz de manejar a malandragem e o humor

.

.