Tag Archives: corpo

Intervalo

Padrão

.

que entre o teu sono
e a tua vigília
um sonho floresça a vida

que entre a flor
e o sonho
o sono desperte o corpo

.

que entre o teu corpo
e a vida
os olhos versejem o novo

.

.

Chuva e trovão

Padrão

.

Fazia frio.

.

Exausta, apreciava a chuva
a desabar sobre a cidade.

.

Refugiei-me debaixo do chuveiro.

.

A esponja ensaboada
– carícias em minha pele.

.

Mergulhada na neblina do banheiro
a água quente a deslizar por meu rosto
………………………….beijar meus seios
……………………….abraçar meu corpo

.

………Molhava-me

.

Enxurrada delírio trovão.

Jonathan Constantino
São Paulo, 29 de setembro de 2009