Poema jornal nº 17

.

para Alipio Freire
em memória

dos diálogos com Simone de Beauvoir

I

é difícil gestar o luto
digeri-lo das páginas do jornal
donde vem o meu canto

implodi-lo
(bomba relógio)
desmoroná-lo
(onda num castelo de areia)

.

II

a manchete falava
do secretário de ciência
...............................tecnologia
...............................inovação e
...............................insumos estratégicos
.......................................................................do Ministério da Saúde

— As vacinas não tem efetividade
nem segurança.
A hidroxicloroquina
Sim.

tudo isto posto
num dia vinte e dois
de janeiro

nove meses depois
que você se foi

.

III

a sua morte
nos separou

a minha
não nos reunirá

isto é irreversível

.

IV

você não pode tomar nenhuma dose
porque testou positivo
dias antes
da data de vacinação
do seu grupo etário

.

V

no momento
só posso parir
este poema

as suas cinzas
beijam as areias
das praias da Bahia

.

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s