Da crise

.

1

a lua nasce
sobra a luta
de classes

.

ignoram
estrelas
o escuro
que fazem

.

galáxias
inteiras
giram
à parte

.

prossegue
o universo
apesar
dos pesares

.

.

2

com olhos
no céu
e pés
na cidade

.

entre
as fases
dos astros
e do capital

.

num ínfimo
ponto
entre a história
e a eternidade

.

aguardo
um ônibus
um cometa
um sinal

.

.

Jefferson Vasques

2 comments

Deixe uma Resposta para Nanda Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s