Monthly Archives: Setembro 2010

Um pombo na pauliceia

Padrão

.

Ser pombo talvez fosse legal.

.

Sem pressa ou preocupação
sem a conta do aluguel
sem ereções indevidas
sem higienismos ou boas maneiras

.

Apenas pulgas e penas.

.

Mas não abriria pés
de acertar mortalmente
a propriedade e o crânio
de toda burguesia
com rajadas esfusiantes de merda.

Anúncios

A flor no quintal

Padrão
dos diálogos com Alejandro Reyes
Belchior
Carlos Drummond

e Charles Trocate

Tinha uma flor
largada no quintal do mundo.

.

Não tinha nome força ou luz
para contrastar o tédio
ou despontar em ato primavera.

.

Sem permissão alguma
o sol na madrugada ardeu
e consumiu a flor
gemendo labaredas e abismo.

.

Quando a aurora brotou
restou ao dia chover em celebração.